quarta-feira, 11 de junho de 2014

REDAÇÃO CESPE/UnB




Postado por Juliana de Albuquerque Em fevereiro - 28 – 2011



Muitos concurseiros ficam curiosos para saber os segredos de como fazer uma boa uma redação em um concurso público e  como conseguir uma nota acima de 9,0, principalmente quando a banca organizadora do certame é bastante exigente, como o Cespe/UnB. Confira um texto, produzido por uma concurseira que preferiu não se identificar, referente à prova discursiva para o cargo de técnico administrativo do concurso promovido, em 2010, pelo Ministério Público da União (MPU). A redação foi feita  nas 30 linhas exigidas pela organizadora e recebeu nota 9,87 da comissão do Cespe/UnB, responsável por corrigir as redações.  O candidato deveria redigir um texto dissertativo acerca do seguinte tema: A importância do planejamento (estratégico, tático e operacional) para o sucesso da realização da Copa do Mundo de 2014 no Brasil. Confira.

A escolha de um país par sediar um evento de importância e visibilidade mundial, como a Copa do Mundo, traz benefícios econômicos, políticos, sociais e culturais incalculáveis para o local sede da competição. Tal oportunidade deve ser planejada, gerida e ter suas ações controladas da melhor forma possível e por uma equipe competente e capaz de colocar em prática  o que foi estabelecido pela direção. Um plano de ação eficiente e eficaz é o início para o sucesso do espetáculo esportivo e fruto de uma harmonia e integração entre os planejamentos estratégico, tático e operacional.
O ideal é que, no máximo dois meses antes da Copa do Mundo de 2014, o Brasil esteja pronto para receber a competição e as pessoas provenientes de vários países. Para isso, é preciso que a direção do evento estabeleça um planejamento estratégico, contínuo, permanente, porém flexível às demandas que forem surgindo ao longo de sua execução. Assim, serviços de infra-estrutura, construção de estádios e melhorias em transporte e segurança, por exemplo, não serão realizados aleatoriamente. As ações, os prazos para finalização das atividades, as prioridades, orçamento, recursos disponíveis e possíveis parcerias serão estabelecidas nesse planejamento estratégico. O mesmo é feito a partir de um diagnóstico estratégico, da definição dos objetivos, metas, cenários e estratégias para driblar dificuldades, como escassez de recursos.
Após o estabelecimento do plano estratégico pela direção, o mesmo é repassado para os supervisores da organização da Copa do Mundo. Esses terão como missão repassar para o pessoal envolvido diretamente nas atividades o plano feito inicialmente. O planejamento tático consolidará esse controle entre o estabelecido pela direção e o efetuado no dia-a-dia. Já o plano operacional estabelecerá a avaliação e a checagem do que está sendo feito, do cumprimento dos prazos, dos materiais necessários que estão faltando para o andamento da obra, por exemplo.
Para que o Brasil se consolide no cenário mundial, como um País que organiza de forma eficiente e eficaz um evento do nível de uma Copa do Mundo, é necessário planejar. Recursos e boa estrutura não suprem a ausência de um planejamento bem feito. Esse por sua vez só será alcançado a partir de uma excelente interligação e harmonia entre os planos estratégico, tático e operacional.

11 comentários:

  1. Me pergunto se um texto desse tamanho em uma folha de redação teria uma letra de tamanho razoável.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Também gostaria de saber os erros! Está excelente!

    ResponderExcluir
  4. Bom, mas com muitas expressões repetidas... Às vezes meio sem sentido.

    ResponderExcluir
  5. Com o devido respeito, o examinador foi bem generoso na nota.

    ResponderExcluir
  6. Concordo tem repetições e erros da norma culta padrão

    ResponderExcluir
  7. Excelente!! Texto simples, sucinto e de fácil entendimento. Ela utilizou todas as palavras chaves dos planejamentos estratégico, tático e operacional.

    ResponderExcluir