segunda-feira, 11 de junho de 2012

RESENHA


Resenhar – fazer uma relação das propriedades de um objeto; enumerar cuidadosamente seus aspectos relevantes; descrever as circunstâncias que o envolvem.

Objeto resenhado – um acontecimento qualquer da realidade:

  • Jogo de futebol;
  • Uma comemoração solene;
  • Uma feira de livros;

                                  ou textos e obras culturais:

  • Um romance;
  • Uma peça de teatro;
  • Um filme.

A resenha pode ser:

A)      puramente Descritiva (sem nenhum julgamento ou apreciação do resenhador);

B)      ou Crítica (pontuada de apreciação, notas e correlações estabelecidas pelo juízo crítico de quem a elaborou)

A RESENHA DESCRITIVA

Consta de:

a)    uma parte descritiva em que se dão informações sobre o texto:

  • nome do autor (ou dos autores);
  • título completo e exato da obra (ou do artigo);
  • nome da editora e, se for o caso, da coleção de que faz parte a obra;
  • lugar e data da publicação;
  • número de volumes e páginas.

b)    uma parte com o resumo do conteúdo da obra:

  • indicação sucinta do assunto global da obra (assunto tratado) e do ponto de vista adotado pelo autor (perspectiva técnica, gênero, método, tom, etc.);
  • resumo que apresenta os pontos essenciais do texto e seu plano geral.

A RESENHA CRÍTICA

Consta dos seguintes requisitos básicos:

  • conhecimento completo da obra;
  • competência na matéria;
  • capacidade de juízo de valor;
  • independência de juízo;
  • correção e urbanidade;
  • fidelidade ao pensamento do autor.
Importância da resenha:

a) facilita o trabalho profissional ao trazer um breve comentário sobre a obra e uma avaliação da mesma;

b) a informação dada ajuda na decisão da leitura ou não do livro.

ESTRUTURA DA RESENHA:

1.    Referência Bibliográfica: autor (es); título (subtítulo); imprensa (local da edição, editora, data); número de páginas; ilustração (tabela, gráficos, fotos, etc.);

2.    Credencias do Autor: informações gerais sobre o autor; autoridade no campo científico; quem fez o estudo; quando? por quê? onde?;

3.    Conhecimento: resumo detalhado das idéias principais; de que trata a obra; o que diz; possui alguma característica especial; como foi abordado o assunto; exige conhecimentos prévios para entendê-lo?;

4.    Conclusão: o autor faz conclusões? (ou não?); onde foram colocadas (final do livro ou dos capítulos?); quais foram?

5.    Quadro de Referência do Autor: modelo teórico; que teoria serviu de embasamento?; qual o método utilizado?;

6.    Apreciação:

a)    Julgamento da Obra:
Como se situa o autor em relação:
- às escolas ou correntes científicas, filosóficas, culturais?
- as circunstâncias culturais, sociais, econômicas, históricas, etc.?

b)    Mérito da Obra:
Qual a contribuição dada?
Idéias verdadeiras, originais, criativas?
Conhecimentos novos, amplos, com abordagens diferentes?

c)    Estilo:
Conciso, objetivo, simples?
Claro, preciso, coerente?
Linguagem correta?
Ou o contrário?

d)    Forma:
Lógica, sistemática?
Há originalidade e equilíbrio na disposição das partes?

e)    Indicação da Obra:
A quem é dirigida: grande público, especialistas, estudantes?

(LAKATOS, E. M. e MARCONI, M. de A. Fundamentos de Metodologia Científica. 3ª ed. São Paulo: Editora Atlas, 1995.)

Um comentário:

  1. OBRIGADO! VAI ME AJUDAR MUITO EM MEUS ÚLTIMOS TRABALHOS NA GRADUAÇÃO DE dIREITO

    ResponderExcluir